janeiro 20, 2008


UNIÂO DESPORTIVA DE TOCHA - 1


REAL SPORT CLUBE - 2



ÉPOCA 2007/2008 --- Jogo 15

Local - Complexo Desportivo do União Desportiva da Tocha

Data - 19 de Janeiro de 2008

União Desportiva da Tocha
Paulo, Ribeiro, Faim, Ademar, Orlando, Barbosa, Pato, Timotio, Daniel, Matos, Maia Gomes (cap)

Jogaram ainda:
Luis Pais Alves, Martinho, Jorge Lopes, João Carlos, Calisto, Zé Faria, China, Vitor Pato, Antonino

Real Sport Clube
Chico, Rupa, Fernando “Careca (cap.), Fernando Costa, Berto, Barreto, Edu, Luis Neves, Tó Mané, Pedro Domingos, Manuel

Jogaram ainda:
José Borras, Malaico, Manuel, Bessone, Cali

Treinador: Faria

Massagista:

Marcha do marcador
0 – 1 Real S. C (Luís Neves) g.p.
Intervalo
1 - 1 U. D. Tocha (Ademar) g.p.
1 - 2 Real S. C. (Malaico)

MALAICO DE NOVO A RESOLVER...
Jogo nº 14, disputado no excelente Complexo Desportivo de Tocha, num sintético. Jogo conta uma boa equipa, bem organizada, com elementos rápidos e de bom toque de bola. Com o terreno húmido e por isso bastante rápido o jogo começou com algum equilibrio, embora o maior domínio fosse da equipa da casa que com boas triangulações a meio campo ia criando alguns problemas na defensiva do Real. Usando preferencialmente o lado direito do seu ataque o Tocha neste periodo criou dois lances perigosos que quase resultavam em golo, o Real tentava responder com ataques rápidos que não saiam com a fluidez necessária para incomodar a defensiva adversário. Apesar disso, foi o Real que chegou à vantagem numa grande penalidade superiormente convertida pelo Luis Neves, conseguida por mão na bola de um defesa do Tocha. Resultado ao intervalo algo enganador face ao equilibrio que se registava na partida. Segunda parte, muitas alterações de parte a parte, o jogo começou com caracteristicas diferentes, o Tocha à procura da igualdade e o Real a tentar tirar partido do espaço que ficava nas costas da defesa da casa. Apesar do domínio da equipa do Tocha, a defesa do Real lá ia conseguindo resolver os problemas, mão sem alguns sobressaltos. Teve o Real a melhor oportunidade para marcar, pelo manuel, já dentro da área rematou á barra,após um bom lance pela direita do Malaico, lance esse que a ser convertido, apesar de injusto, poderia decidir o vencedor da partida. Quem não marca sofre e chegou o Tocha à igualdade numa grande penalidade inexistente que veio a ser convertida pelo Ademar. O Tocha acreditava que poderia chegar á vantagem e concedeu alguns espaços que o Real aproveitou para chegar ao golo da vitória numa recuperação de bola a meio campo, seguido de uma transição rápida, um passe nas costas da defensiva do Tocha feito pelo Tó Mané,isolou o Malaico que frente ao guarda-redes ultrapassou-o com um toque de classe facturando o golo da vitória do RSC. Resultado algo injusto mas que premeia a capacidade de sofrimento do Real principalmente no segundo tempo e a clrarividência para aproveitar o erro adversário.
Arbitragem com alguns erros, mas menos dos que as equipas cometeram, por isso...
Excelente terceira parte, como é hábito quando somos recebidos em Tocha...
Até ao Torneio, pessoal...

4 Comments:

At 21 janeiro, 2008, Anonymous Bazuca said...

Começa a ser preocupante esta questão de ser o Malaico a resolver os jogos, pois assim ele pensa que é mesmo bom, mas só para quem ainda não o viu a jogar.
Parabens Malaico tu és mesmo gente boa, pena é ao domingo os filmes serem sempre os mesmos, senão serias perfeito.

Um abraço

Bazuca

 
At 21 janeiro, 2008, Anonymous Jorge Faria said...

Vitoria do querer e do espirito de sacrificio numa demostração clara da grande união existente no grupo(por vezes posta em duvida por insignificancias).jogo com alguns altos e baixos por vezes por falta de dialogo entre a equipa pois quando deviamos segurar a bola e mante-la em nosso poder até nos organizarmos para atacar em bloco era quando ou perdiamos ou extraviavamos os passes e desmanchavam o losangulo ficando a equipa mais permeavel na zona do meio-campo ,na transição para o ataque também não tivemos a melhor opção pois o futebol directo não estava a dar frutos e não tivemos descernimento para alterar essa opção,na 2ªparte entramos mal ,mas puderiamos ter dilatado o resultado logo nos minutos iniciais ,numa perdida incrivel na cara do guarda-redes,depois tivemos alguns periodos de bom entendimento e trocas de bola o que obrigou o Tocha alterar o sistema de jogo e começar a práticar o futebol mais directo chegando por isso ao golo num lance de muitas dúvidas sobre a exestencia da grande penalidade ,apos a igualdade alcançada o Tocha parecia contente com o resultado ,não tomou as devidas cautelas defensivas e não contou com o enconformismo da nossa equipa que num rápido lance de ataque consegui de novo a vantagem no marcador e depois deixar a pele dentro do campo para manter a mesma que viria a ser alcaçada com o grande sacrificio de todos ,pena foi a lesão contraida pelo Edu (uí,uí,uí)e todo tinha corrido ás mil maravilhas,viagem,almoço,passeio e o excelente convivio entre todos.

 
At 22 janeiro, 2008, Anonymous Anónimo said...

Mister so dois pontos de toda esta jornada que podem ser melhorados na minha opiniao claro ... é o facto do autocarro fazer a viagem toda com as rodas da frente no ar tornando a viagem mais longa e cansativa e o outro era para cortarem os bifes de papagaio ao mendes ...hahahahaha
Rupa

 
At 23 janeiro, 2008, Anonymous Anónimo said...

Pois é pessoal as lesões estão ai e não são por acaso.
Para além de não treinarmos nem sequer 1 dia (vai-se tentar resolver esta questão)nos jogos o aquecimento é nulo cada um faz o que quer e era importante que fosse feito um bom aquecimento e bons alongamentos evitaria de certeza algumas destas lesões.
PENSEN NISSO QUE É BOM PARA TODOS.
Francisco Janelas

 

Enviar um comentário

<< Home