janeiro 22, 2007

20/01/2007 Jogo 14 - TORRIENSE - 1 / REAL S.C. - 2

O Real alinhou com a seguinte equipa:

Chico, Rafael, Barreto, Teixeira, Fernando "Careca" (cap.), Berto, Alves, Pedro Domingos, Malaico, Nãnã, Mendes

Jogaram ainda:

Bazuka, José "Borras", José Carlos, Gim, Edu, Rupa

Marcha do resultado
0 - 0
Intervalo
0 - 1 Real (Mendes)
0 - 2 Real (Teixeira)
1 - 2 Torriense g.p.

Jogo disputado no sintético do Casalinhos de Alfaiata, perto de Torres Vedras.
Grande jogo, muito bem disputado pelas duas equipas que praticaram um futebol típico de veteranos, sem grande velocidade, mas com boa rotação da bola o que dá um futebol sempre vistoso.
Boa primeira parte, muito equilibrada com algumas ouportunidades de golo de parte a parte, mas nenhuma delas foi concretizada oupor demérito dos avançados ou por boas intervenções dos guarda-redes ou até de remates aos postes, um por cada equipa. Por tudo isto o resultado ao intervalo era justo, embora pudesse ser com golos.
Na segunda metade, com seis alterações na equipa do Real e ao contrário do que vem sendo hábito a equipa continuou muito bem organizada praticando um futebol e começou então a superiorizar-se ao Torriense nomeadamente em ouportuinidades de golo e conseguiu, não sem antes o Torriense desperdiçar uma boa chance evitada pelo nosso guarda-redes, abrir o marcador através dum golo de Mendes que aproveitou um passe a rasgar, nas costas da defesa do Torriense. O segundo golo surgiu pouco tempo depois nem excelente cabeceamento de Teixeira na sequência dum canto. O resultado nessa altura, apesar de justo era algo exagerado e foi já perto do fim que foi então reposta a verdade do jogo, diminuindo o Torriense para a diferença mínima numa grande penalidade cometida pelo nosso capitão talvez na primeira falta que ele provocou em 14 jogos disputados pelo Real esta época.
Boa arbitragem, sem grande contestação.
Boa terceira parte, num restaurante agradável, em suma um excelente conviveo contra outra equipa que já faz parte das equipas que quase todos os anos mantemos no nosso calendário.



4 Comments:

At 24 janeiro, 2007, Anonymous Anónimo said...

Muitos parabens rapaziada grande jogo com uma atitude digna de grandes campeões,assim dá-me um grande gozo acompanhar com vocês todas as semanas pois estão a recriar a grande mística que já houve no nosso clube ,por isso a todos os que se deslocaram a Torres Vedras e em especial ao nosso colega Kaly (lesionado)que não deixou de nos acompanhar um grande abraço.Faria

 
At 24 janeiro, 2007, Anonymous Anónimo said...

Mister Faria
a mistica é nos dado por si
a união faz a força vamos rapaziada
todos a remar para o mesmo lado
o nosso grupo é unico
P.

 
At 25 janeiro, 2007, Anonymous Anónimo said...

A mística é criada de atitudes e solidariedade.
Mesmo quando estas, atitudes, não são as mais agradáveis faz parte do processo.
Saber ouvir e agir de acordo com os nosssos sentimentos está-nos no intimo.
Se não regaimos e não mostramos o que nos vai na alma não somos verdadeiros.
Se não formos verdadeiros não somos intimos e se assim for não conseguimos a mistica.
Por isso entendo que devemos compreender a reacção do outro e saber viver com ela.
Um abraço para todos!

 
At 26 janeiro, 2007, Anonymous Anónimo said...

Meu amigo a mistica é criada de atitudes mas,em prol do grupo e não só a pensar em nós,solidariedade é estar com o grupo todo e acompanhá-lo sempre.O que faz parte do processo é o calendario de jogos que é elaborado com antecedência para que todos se possam organizar de maneira a estarem sempre juntos do grupo nas datas marcadas.Reagirmos e mostrar o que n os vai na alma é o que devemos demostrar ao adversário quando estamos em desvantagem.Verdadeiros e intimos devemos ser todos dentro do nosso grupo uns com os outros durante os jogos e nos discursos após os jantares e nunca incriminar nenhum colega perante o adversário.As reacções devemos ser todos a compreende-las e todos a resolve-las dentro do grupo .E como prezo por fazer parte do grupo indetifico-me. Jorge Faria

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home